Estratégia 3: Geração de Renda Própria - GRP - parte 3/3
11 de Setembro de 2017 às 07:00
Nesta estratégia principal veremos empresas, pessoas, fundações e organizações que aportam recursos financeiros, materiais e humanos pela causa da OSC e para ter um produto ou serviço em troca, sem a necessidade de mostrar ou escrever um projeto.
 


Projetos de geração de renda são empreendimentos capazes de gerar receita e resultados financeiros positivos para a organização, principalmente por meio da venda de produtos ou serviços relacionados às causas sociais. Uma característica importante dessa estratégia, além da inovação social, é o auxílio à sustentação financeira da organização por meio da geração de recursos desvinculados de projetos, os quais podem ser aplicados livremente, tanto no operacional como em investimentos. Todas as estratégias secundárias desta estratégia: Venda de produtos e serviços, MRC, Eventos, Captação de produtos (in kind) e alugueis trazem recursos livres para a organização como um todo e não para um projeto específico. Além disso, também não demandam uma contrapartida atrelada ao recurso.
 
Analisando a tabela acima vemos 8 estratégias secundárias que iremos explicar uma a uma.

Clique no link para ler o artigo publicado em 10/07/17 sobre as ESTRATÉGIAS 1 E 2

Clique no link para ler o artigo publicado em 07/08/17 sobre as  ESTRATÉGIAS 3, 4 e 5
 
ESTRATÉGIA 6: CAPTAÇÃO DE PRODUTOS (in kind)

Obter produtos necessários, ao invés de comprá-los, pode ser uma estratégia muito interessante na obtenção de recursos. Não gastar também é captação. Todas as compras da organização poderiam passar por uma tentativa de obtenção a custo zero ou abaixo do preço de mercado. Para a diminuição de custos, pode-se buscar computadores, mobiliário e, principalmente, alimentos.

Combinada com estratégias já citadas pode fazer o evento ser mais lucrativo. Pode se obter produtos novos e usados para serem vendidos em bazares ou lojas. Existem Organizações em todo o Brasil que arrecadam muitos produtos e até utilizam se de caminhões para buscar as doações de produtos “velhos” nas casas das pessoas.

Também pode-se pensar na possibilidade de buscar outros produtos que podem ajudar no dia a dia dos serviços ou dar um “up” como, por exemplo, oferecer livros, sorvetes e chocolates especiais ao público-alvo da OSC.

ESTRATÉGIA 7: FUNDOS PATRIMONIAIS

Fundos patrimoniais são estruturas criadas para dar sustentabilidade financeira a uma organização sem fins lucrativos. Em sua maioria, nascem com a obrigação de preservar perpetuamente o valor doado (chamado de principal), utilizando apenas para sua manutenção e atividades os rendimentos resultantes do investimento desse fundo, de acordo com regras pré-estabelecidas, que podem estar descritas no estatuto da instituição ou em regulamento interno.

Os mais conhecidos são os endowments (espécie de fundo patrimonial) de grandes universidades americanas. Veja os exemplos de duas universidades norte-americanas: Harvard, em Cambridge, Massachussetts, e Yale, em New Heaven, Connecticut. Em 2009, seus fundos patrimoniais eram de, respectivamente, US$ 25 bilhões e US$ 16 bilhões – aproximadamente R$ 75 bilhões e R$ 48 bilhões.

Uma característica da gestão é o foco no longo prazo e a diversificação dos investimentos (aplicação em vários ativos como bolsa de valores, títulos do tesouro, fundos multimercados, entre outros) e tem apresentado resultados expressivos.

ESTRATÉGIA 8: ALUGUEL

Obter recursos com espaços ociosos das instalações da organização ou, ainda, alugar imóveis recebidos por doação ou legados é sempre uma boa estratégia que requer baixo investimento e recursos livres para a gestão.

Com este artigo termino a série sobre fontes e estratégias de mobilização de recursos. Confira a parte 1 e a parte 2 deste artigo.
 
 

Michel Freller empreendedor social, palestrante, professor, consultor e facilitador. Mestre em Administração pela PUC-SP, atua junto as OSCs com ênfase em planejamento e mobilização de recursos com e sem incentivos. Fundador da Criando Consultoria ltda.

 
 


Publicado por

Notícias mais populares

Fontes e técnicas
Há quem se arrepie só de ouvir falar em telemarketing, mas apesar da aparente má...