Meu chefe não paga treinamento
20 de Agosto de 2018 às 07:00
Faz dez anos que a ABCR realiza o Festival ABCR, o maior encontro brasileiro de profissionais dedicados a mobilizar recursos para causas.

Começou como FCR - Festival de Captação de Recursos, mudou depois para FLAC - Festival Latino Americano de Captadores de Recursos, nome até hoje lembrado, e a partir de 2014 passou a se chamar apenas Festival ABCR, simples e direto.

O Festival é um evento muito interessante, que reúne mais de 500 participantes todos os anos, pessoas dedicadas a fazer avançar a sustentabilidade financeira das suas organizações, principalmente a partir da doação, que é o nosso recurso por excelência.

O Festival é também um evento anual, realizado sempre em maio ou junho. Ou seja: todos sabem que vai ter Festival e podem se planejar para ele, disponibilizar os recursos no orçamento, mobilizar a equipe e bloquear a agenda para estar presente.

Mesmo assim, mesmo com todas as condições para participarem, muitas organizações não enviam suas equipes para se qualificar e aprimorar ainda o trabalho dos seus captadores.

Não raro, um dos motivos que eu ouço dos amigos captadores para que não estejam presentes é: “meu chefe não investe em capacitação”.

- Como assim? Como não investe?

Interessante. É interessante observar que, até hoje, em pleno século XXI, ainda tenhamos que defender a importância de se desenvolver equipes para o sucesso das organizações. Que dureza!

Sim, há muitos chefes que não acreditam que treinar seus funcionários para que atuem melhor seja fundamental para o sucesso dos seus resultados. Muitos só pensam em números, são imediatistas e não têm visão estratégica, mesmo quando a organização tem recursos para investir em treinamento.

Mas esses não somos nós, não são os captadores. Nós trabalhamos com pessoas, nós conectamos pessoas às causas, nós promovemos a doação.

E é por isso mesmo que nós sabemos da importância de investir em treinamento, e no desenvolvimento de equipes e de competências para fazer avançar a captação de recursos.

Profissionais melhores e mais bem preparados fazem os resultados serem melhores também. Assim como eu não canso de repetir quando falando sobre captação de recursos: investir em treinamento não é despesa, é investimento na própria capacidade da organização em captar mais e melhor no futuro.





João Paulo Vergueiro, diretor executivo da ABCR e professor assistente da FECAP.


Notícias mais populares

Gestão
Em agosto de 2017, a revista ÉPOCA e o Instituto Doar divulgaram a primeira ediç&...
Contexto e tendências
Criado para tornar mais transparentes as parcerias entre a administração públic...
Profissional captador
A captação de recursos é fundamental para a sustentabilidade de uma organiza&cc...